PLANO NACIONAL DAS ARTES

Imprimir
Visitas: 2529

Capturar5

 

cartaz dia mundial criança curtas metragens

O Plano Nacional das Artes - Projeto Cultural de Escolas do AE Castro Daire celebra o Dia Mundial da Criança com uma Maratona de Curtas, exibindo uma curta metragem de meia em meia hora, entre as 13h00 e as 19h00, do dia 1 de junho 2020.

Com a colaboração do IndieJuniorAllianz- Festival Internacional de Cinema Infantil e Juvenil do Porto- apresentamos uma série de 14 curtas metragens que integraram Festivais de Cinema nacionais e internacionais.

O evento decorrerá no site Casa do Património:

https://aecastrodaire.wixsite.com/casadopatrimonio

Na página Curtas Dia da Criança:

https://aecastrodaire.wixsite.com/casadopatrimonio/dia-da-crianca-maratona-de-curtas  

 Contamos com a vossa participação!

________________________________________________________________________________________ Fernando Pessoa

A Língua Portuguesa é uma Língua em crescente expansão pelos quatro cantos do mundo. É falada por cerca de 260 milhões de pessoas. É a Língua mais falada no hemisfério sul e é a quarta Língua mais falada no mundo inteiro.

Reconhecendo a importância desta Língua à escala global, A UNESCO oficializou o dia 5 de maio para a sua comemoração, afirmando o seu valor como património universal.

No primeiro Dia Mundial da Língua Portuguesa, alguns alunos integrados no Projeto Cultural de Escola do Agrupamento de Escolas de Castro Daire escolheram autores falantes de Português e declamaram poemas para celebrar a sua Língua materna e o seu reconhecimento mundial. 

Viva o Património! Viva a Cultura! Viva a Identidade! Viva Língua a Portuguesa!

________________________________________________________________________________________________________

O Agrupamento de Escolas de Castro Daire, no ano letivo 2019/2020 aderiu ao Plano Nacional das Artes (PNA) através da implementação de um Projeto Cultural de Escola em parceria com entidades locais, estruturas artísticas, culturais e patrimoniais, e a comunidade educativa.

A missão do PNA é promover a transformação social, mobilizando o poder educativo das artes e do património na vida dos cidadãos: para todos e com cada um. O PNA é uma estrutura de missão instituída pelo Ministério da Cultura e pelo Ministério da Educação, para o horizonte temporal 2019-29.

Consultar PCE - Aqui

Consultar cronograma PCE - Aqui

_______________________________________________________________________________________________________

O Plano Ncional das Artes (PNA) está no território Há cerca de 6 meses para tornar a cultura mais próxima dos cidadãos e Castro Daire já é exemplo Nacional. 

CapturarPNA

________________________________________________________________________________________________________

Projeto Cultural de Escola (PCE) destacado no Programa da RTP - Filhos da Nação. (Ver a partir do minuto 20)

CapturarPCE1

________________________________________________________________________________________________________

O Agrupamento de Escolas de Castro Daire, em parceria com o Município de Castro Daire, aderiu no ano letivo 2019/2020 ao Plano Nacional das Artes, uma iniciativa conjunta do Ministério da Educação e do Ministério da Cultura, cuja missão é promover a transformação social, mobilizando o poder educativo das artes, da cultura e do património na vida dos cidadãos: para todos e com cada um.

Afirmando-se como um projeto de artes, património, cultura, educação e cidadania, o Plano Nacional das Artes enquadra-se no contexto educativo, cultural e socioeconómico do concelho de Castro Daire, um território rico em património material e imaterial, mas desafiado pelo despovoamento e pelo baixo índice de literacia cultural. Assim, a missão do Plano Nacional das Artes e do Projeto Cultural de Escola é sensibilizar e educar os alunos e a comunidade para a sua identidade cultural, para a valorização do seu património e do seu território e para a sustentabilidade no meio rural.

Através do Projeto Cultural de Escola, o Plano Nacional das Artes propõe a dinamização de ações que permitam aos alunos e à comunidade a criação e fruição cultural numa dinâmica de inclusão e aprendizagem ao longo da vida, numa estratégia de colaboração entre a escola, as instituições e a sociedade envolvente, consciencializando os alunos e a comunidade para o valor cultural e patrimonial do seu território, conhecendo os seus recursos endógenos e interpretando-os como um instrumento de desenvolvimento cultural, social, económico e de empreendedorismo.

Durante o ano letivo 2019/2020, o Projeto Cultural de Escola dinamizará várias ações de acordo com as seguintes temáticas:

Construindo a minha identidade cultural;

O Campo e o Barro - Tesouros a descobrir;

As Águas da minha Terra – Rio Paiva e Termas do Carvalhal;

Aldeias da nossa História;

Serra do Montemuro; A Última Rota da Transumância.

Dando seguimento às ações do Projeto Cultural de Escola, o Plano Nacional das Artes prevê um período de Residência Artística na escola e no município. O artista residente, em colaboração com os artesãos locais, tem a missão de recolher e transmitir aos cidadãos os saberes e fazeres das artes ancestrais, como a tecelagem, a olaria do barro preto, a cestaria, a latoaria, a tamancaria, entre outras, e deve dar-lhes uma vida contemporânea, adaptando-as à atualidade.

Esta ação será aberta a miúdos e graúdos, sejam alunos, professores, funcionários, encarregados de educação ou cidadãos castrenses.

Em ação conjunta, todos teremos a oportunidade de usar as nossas mãos para descobrir o nosso potencial criativo através das artes e, ao mesmo tempo, contribuir para a preservação do nosso património e transformar a nossa sociedade, recuperando, valorizando e inovando o artesanato como marca do nosso território e potencial recurso de desenvolvimento cultural, económico e social.

O Plano Nacional das Artes traz uma nova vida e uma nova dinâmica à escola e ao concelho; vem lembrar a todos e a cada um que cada pessoa tem talentos e capacidades para explorar e para desenvolver. Será uma oportunidade única para aprender, imaginar, criar e inovar, trazendo o passado para o presente e transformando-o num futuro promissor.