More... NOTÍCIAS EM DESTAQUE    

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

Aqui, podes ficar a saber todos os destaques do Agrupamento de Escolas de Castro Daire. Visita o Menu ATIVIDADES e fica a saber mais....

More...
More... PROVAS E EXAMES 2021    

PROVAS E EXAMES 2021

No menu ALUNOS-PAIS tens novidades sobre as Provas e Exames para o presente ano letivo.

More...
More... CLUBE CIÊNCIA VIVA    

CLUBE CIÊNCIA VIVA

Temos novidades no menu ATIVIDAES alusivas ao Clube Ciência Viva

More...
More... eTWINNING    

eTWINNING

Temos novidades no Menu do Projeto eTwinning. Acede ao Menu CLUBES e PROJETOS e fica a saber mais

More...
More... CONTRATAÇÃO PÚBLICAÇÃO    

CONTRATAÇÃO PÚBLICAÇÃO

Estão disponíveis, para consulta, no menu PROCEDIMENTOS CONCURSAIS, concurso para contração de um docente do grupo de recrutamento 300 - Português.

More...
More... DIA MUNDIAL DA FILOSOFIA    

DIA MUNDIAL DA FILOSOFIA

Sabe mais no menu ATIVIDADES

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2012 JoomlaWorks Ltd.

Expo Espantalhos

Publicado em:

A tradição já não é o que era…  

É melhor!!!

“O Jardim da vila de Castro Daire embelezado com espantalhos”

“O Espantalho é um boneco, feito de roupas velhas e chapéu, podendo ou não ser recheado com trapos, palha, estopa e ou outros materiais. São colocados em meio a hortas ou plantações com o objectivo de espantar as aves, simulando a presença do homem. O uso do espantalho como meio de afugentar aves é relativamente antigo, e está presente em diversas culturas.

Neste ano lectivo 2011/2012, para fazer relembrar costumes e tradições dos nossos antepassados, os dos alunos dos 7º e 8 anos das Turmas de Artes Tradicionais e as turmas de EVT do 5º e 6º ano da Escola E B 2,3 de Castro Daire, em colaboração com a disciplina de Educação Tecnológica, criaram os seus espantalhos em concordância com o tema “Espantalhos – Uma Arte Popular ”. No que se refere à execução dos espantalhos, foi dada preferência à Reciclagem: trabalhando com materiais reciclados e recicláveis. Partiram da estrutura básica da madeira, palha, brinquedos que já estavam inutilizados, roupas, sapatos e chapéus velhos, entre outros materiais diversos.

Com esta actividade pretende-se manter viva esta tradição entre a pulação Castrense, para que não venha a ser apenas uma recordação dos mais antigos e, assim, perpassar às novas gerações.

giae

giaeINTERNO

Resultado de imagem para centro qualifica

BIBLIOTECALOGO